Blog Cofermeta

Escadas Trepadeiras norma NR 12, para que servem?

Já precisou trocar uma lâmpada, pintar um teto ou subir no telhado? Sem uma escada para auxiliar essas tarefas pode ser algo bem difícil e perigoso. Hoje vamos aprender sobre escadas com norma de segurança NR12, norma que visa garantir a segurança do usuário evitando acidentes.

De onde veio a norma NR12?

A norma teve origem no ministério do trabalho e emprego (MTE) em 1978, visando garantir a segurança dos usuários de máquinas e equipamentos dentro das empresas. Podemos dizer que essa norma é exigida somente em empresas, portanto se você comprar um equipamento que vai ser utilizado em casa, não existe essa exigência, embora muitos fabricantes já adotam os critérios de segurança para garantir proteção aos consumidores.

Uma escada é tão perigosa assim a ponto de precisar de uma norma de segurança?

A NR-12 é mais conhecida na aplicação de maquinários como serras, prensas e máquinas pesadas. Mas algo que muita gente não sabe é que existem normas para escadas.

A escada por si só não é um item perigoso, o problema acontece quando ela é má utilizada, vejamos abaixo as situações rotineiras de perigo:

  • Peso excessivo
  • Piso ou Base irregular
  • Escoramento inadequado
  • Posição errada do usuário

Escadas trepadeiras

Aqui na Cofermeta temos o exemplo da escada trepadeira com NR12, esse modelo de escada por si só já é considerado bem segura. Ela não precisa de escorar em uma parede, sua base é de quatro pontos e tem um reforço ligando os pés para evitar que um deles se abra demais causando desiquilíbrio ao usuário. Sem falar no para peito e corrimãos em ambos os lados. Já com a NR12 ela tem adicionais como duplo corrimão, guarda corpo, e fechamento do fundo da plataforma. Essas escadas normalmente são de alumínio, e tem uma variedade grande de quantidade de degraus para escolher na hora da compra.

Imagine que um funcionário de uma empresa que lida com produtos químicos, precisa fazer uma manutenção em uma posição acima de um tanque com produtos danosos a saúde. Resguardar pela integridade dele é de crucial importância, com isso cada detalhe na escada é uma segurança a mais na hora de realizar o serviço.

Como escolher o tamanho da minha escada trepadeira?

Uma pequena confusão que é comum de vermos são os clientes que confundem altura total da escada com a sua altura útil.

A altura total é de fato a altura da sua base até o final do guarda corpo. Já a altura útil é da base até a plataforma, onde o usuário fica em pé.

Se a escada for ficar em um local fixo, avalie não somente a altura dela, mas sim se o usuário em pé consegue ficar no local estando na plataforma da escada. Leve em consideração o teto, canos e outros fatores que possam interferir.

Outro fator importante a se considerar é o tamanho da base, já que para ter uma boa estabilidade a escada tem uma abertura que pode ocupar um espaço não programado na utilização.

Essas escadas costumam possuir rodas na parte de trás para facilitar a locomoção, geralmente vem desmontadas de fábrica para facilitar o transporte na hora da compra. 

Ainda ficou na dúvida? Vejo os modelos disponíveis que temos e solicite o nosso contato que vamos te ajudar a escolher o modelo ideal para você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.