O que você pode precisar na hora de pintar sua casa?

Decidiu pintar a casa e está com dúvidas por onde começar? Talvez esse post pode te ajudar, confira quais os itens que você vai precisar na hora de pintar sua casa.

Para iniciarmos é importante entender que o procedimento de pintura pode diferenciar, de acordo com o que você deseja pintar. Aqui vamos abordar pintura externa e interna, além de detalhes como janelas, portas e portões.

Escolha da tinta

O primeiro passo é planejar a cor que deseja pintar sua casa ou cômodo. Lembre-se que você pode brincar com contrastes, ambientações e iluminação. Se o cômodo da sua casa naturalmente for escuro, tente colocar cores claras para não agravar ainda mais. Se for pintar um quarto de criança, avalie se compensa adquirir tintas que podem ser laváveis, para caso seu pequenino venha sujar ou rabiscar a parede.

Para quem vai pintar a área externa, uma dica é comprar tintas específicas para isso. Essas tintas possuem pigmentação diferente para suportar melhor as intempéries do tempo, sol, chuva, frio e calor.

Para pintar Janelas, portas, grades e portões, sejam eles de metal ou madeira, é bom trabalhar com tintas esmalte.

Para cada tipo de situação existem características distintas, vamos te dar algumas dicas de como manusear essas tintas, ao decorrer do texto.

Como pintar sem bagunçar e sujar muito?

Sujar é inevitável nessas situações, a grande questão é que você pode minimizar bastante, evitando maiores esforços na hora da limpeza.

O primeiro passo é isolar o chão e outras áreas da tinta, para isso você pode utilizar lonas, plásticos ou até mesmo jornais. Para ajudar a fixar nos locais, é sempre bom ter a disposição fita crepe. Além disso a fita crepe pode ser muito útil para criar margens, limites onde a tinta não deve transpassar.


A pintura com pincel costuma sujar menos, por conta da forma que é manuseado e o controle sobre ele. O rolo é ótimo para cobrir áreas maiores, mas costuma sujar mais. A dica é usar o rolo em áreas maiores, principalmente em paredes e tetos, e deixar as trinchas e pincéis para detalhes, cantos e quinas.

O que preciso comprar para pintar?

Vamos montar uma lista de acordo com o tipo de pintura:

Pintar portas, portões, janelas e grades – Tinta esmalte

Pintar paredes e tetos – Tinta Acrílica

Se você tiver em casa um compressor ou motocompressor, pintar com pistola de pintura pode garantir um trabalho mais uniforme e com acabamento bem melhor. Se você já sente falta de ter um compressor em sua casa, avalie a compra dele. Inclusive, temos kits de motocompressores com pistola de pintura!

Entendendo cada ferramenta e acessório

Vamos começar com os mais fáceis: Pincéis e trinchas. A diferença de um para o outro é basicamente o tamanho, a trincha é maior, com mais de uma carreira de cerdas, ela é ótima para cobrir grandes regiões. A escolha de se utilizar um pincel ou trincha é de acordo com a necessidade.

Também temos os rolos de pintura, onde podemos ter rolo de lã ou rolo de espuma. O rolo de lã é ótimo para tintas sem esmalte na composição, como as tintas acrílicas que podem ser lavadas com água. Já o rolo de espuma é voltado para tinta esmalte, óleo etc. Para sua limpeza é preciso de algum tipo de solvente como aguarrás ou tíner. O rolo de espuma também pode ser utilizado na aplicação de vernizes em geral.

A bandeja você encontra feita com design voltado para a utilização específica de rolos, mas nada impede de usar vasilhames variados. A ideia dela é apenas deixar a tinta espalhada em área onde os pincéis, trinchas e rolos possam ser utilizados.

Os raspadores e lixas vão te ajudar no preparo antes de iniciar a pintura. Pode acontecer da pintura existente ficar descascando, soltando. O correto é retirar essa camada antes de começar a pintar. Se for uma parede virgem, é bom lixar com uma lixa bem grossa para tirar os grãos que costumam ficar, sem falar que vai deixar a parede mais lisinha para pintura, resultando em um acabamento melhor.

A tinta spray é um opcional, ela é indicada para pintar áreas menores, o custo-benefício vai ser ótimo, já que sua utilização é muito prática e costuma dar um resultado superior em comparação com rolo de espuma ou pincéis. Se a área for muito grande e você desejar pintar pulverizando, nesse caso é melhor trabalhar com pistola de pintura e compressor.

No caso das paredes, você pode desejar aplicar textura, nesse caso avalie a compra de uma máquina manual para aplicar chapisco e textura. Também existem as máquinas de pinturas elétricas. Elas são muito práticas e fazem bem menos bagunça. Esse tipo de máquina é para pintura com tintas acrílicas, com base d’água.

Outro ponto muito importante é a segurança. Sempre indicamos utilizar máscaras no procedimento de pintura. Mesmo se for com tintas a base d’água. Pois na hora de preparar o local para pintar, você pode perceber alguma alergia ao pó, cheiro da tinta e outros componentes. No caso da pintura com tinta esmalte é pior ainda, o cheiro dela é bem forte.

Para encerrar, vou apresentar uma máquina de pintura que também pode ser utilizada para trabalhos domésticos, mas ela é voltada mais para usos profissionais.

Esse equipamento é basicamente uma pistola de pintura, mas foi desenvolvido pensando na produtividade e eficiência. Com a máquina de pintura airless é possível cobrir uma grande área rapidamente. Veja o vídeo abaixo e entenda como ela funciona.

Máquina de pintura Airless

E então, gostou das nossas dicas? Se por acaso precisar comprar alguma coisa para iniciar a pintura, no site da Cofermeta você encontra tudo! Acesse nossa loja pelo botão abaixo e confira nossa categoria de pintura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.